Página Inicial Mapa do Site Contactos English Version
 
 
QUEM SOMOS?
 
ÁREAS DE NEGÓCIO
 
QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA
INDICADORES FINANCEIROS
CARREIRAS
 LOGIN  
 PASSWORD Login
Recordamos o passado, impulsionamos o presente e acreditamos no futuro
 
Desde 1956 que a E.I.P., com uma forte componente de engenharia, se define pelo rigor e qualidade dos produtos e dos serviços que presta na área da Energia. Reestruturámo-nos em 2000, realizámos desde então, de forma programada, fortes investimentos em equipamentos e recursos humanos, o que tem permitido um crescimento sustentado verificado nestes últimos anos.

Tendo dado origem ao Grupo E.I.P., hoje com mais de 20 subsidiárias e sucursais, está presente em 3 continentes, 13 países e conta com mais de 1500 pessoas e mais de 150 engenheiros.

  • Criámos um plano anual de formação para especializar e qualificar os nossos recursos humanos;
  •  
  • Mantemos o "core-business" nas Linhas AT/MAT (Concepção e Construção, que inclui os TET até 400 kV), tendo como objectivo a manutenção da liderança do mercado em Portugal, bem como o desenvolvimento preferencial desta actividade em mercados externos;
  •  
     
  • Reforçamos a nossa posição na área da Construção de Subestações e Linhas Subterrâneas de AT/MAT, o que potenciou também a nossa internacionalização;
  •  
     
  • Asseguramos a prestação de serviços de Manutenção e Conservação em Linhas MT/AT/MAT e Subestações;
  •  
  • Desenvolvemos a nossa actividade de fabricante de estruturas metálicas galvanizadas para Linhas e Subestações, aumentando significativamente a nossa capacidade de produção na nova fábrica em Montemor-o-Novo. Esta actividade complementar tem sido uma ferramenta fundamental para sustentar e potenciar as actividades "core" de Construção de Linhas e Subestações, nomeadamente na internacionalização da empresa.
  •  
     
  • Mantemos a nossa posição como principais projectistas e instaladores de Catenária em Portugal, bem como prestamos serviços de Manutenção e Conservação a estas infra-estruturas, estando a desenvolver esta actividade de Construção e Manutenção de Linhas de Alta Velocidade em Espanha e França (TGV);
  •  
     
  • Comercializamos novos produtos na área da electrificação AT/MAT.

  • Para além destas actividades, estamos atentos a novas oportunidades nos sectores das Energias Renováveis e do Ambiente.
     
     
  • Através da sua forte componente de Engenharia e da sua capacidade industrial, a E.I.P. tem colaborado intensamente no apoio à diversificação das actividades no Grupo, que tem em desenvolvimento projectos de Energias Renováveis como Centrais Mini-Hídricas, Fotovoltaicas e Parques Eólicos.

    No âmbito da expansão das nossas actividades à área de Ambiente, nomeadamente no Sector das Águas, colaborámos com a Sofomil, S.A., empresa do sector, que no final do ano 2007 foi adquirida pela E.I.P., S.A., estudando conjuntamente e desenvolvendo negócios onde se verificou complementaridade. Mais tarde, em 2011, após fusão desta empresa (por integração) na E.I.P., S.A., foi criada a Direção Hidro Sofomil (DHS), que mantém e desenvolve com as mesmas valências estas áreas de negócio.

  •  
     
    Pesquisar
    Além da "Última Notícia" e dos "Destaques" consultar "Notícias"
    Maio 2013
    E.I.P. TEM NOVO CONTRATO NA VENEZUELA
    Foi adjudicado à E.I.P. Venezuela um novo projeto constituído pela modificação de duas linhas existentes de 400 kV, simples - feixe duplo, e construção de uma linha de 115 kV, dupla - feixe duplo, destinada à alimentação de energia à nova fabrica de papel EPS PULPACA. O prazo de execução é de 6 meses. O contrato abrange a construção e fornecimento de materiais, incluindo estruturas metálicas.
    Abril 2013
    O Grupo EIP ingressa no Chile, por intermédio da sua subsidiária TENSA, S.A., com a construção de uma linha de transmissão a 220 kV, com uma extensão de aproximadamente 10 km. Este projeto tem como objetivo a interconexão do novo parque fotovoltaico Llano de Llampos ao SIC - Sistema Interconectado Central. 

    Outubro 2012
    No dia 25 de Outubro, foi registada, em Moçambique, a Delegação (Sucursal) da E.I.P. - Electricidade Industrial Portuguesa, S.A.. A criação desta Sucursal da E.I.P., S.A. permitirá agilizar o andamento dos negócios e de todos os procedimentos burocráticos, dado que, a E.I.P., S.A., para além da sua filial E.I.P. Moçambique Lda., passou também a ter Número de Entidade Legal e Número de Identificação Tributária moçambicanos, bem como um Representante autorizado em Moçambique.


    Agosto 2012
    O Grupo EIP marcou presença com um stand na FACIM (Feira Internacional de Maputo), que decorreu de 27 de Agosto a 2 de Setembro. A FACIM teve cerca de 90.000 visitantes e o nosso espaço foi muito visitado. Em virtude da crescente expetativa e grande interesse pela área da Energia, o filme sobre a atividade de construção de linhas de transmissão da E.I.P., que esteve em exibição permanente, atraiu fortemente a atenção do público.

    Agosto 2012
    No passado dia 10.08.12, a EIP assinou o seu terceiro contrato na Venezuela, no valor de 182 MUS$. Trata-se da construção de uma importante infraestrutura a inserir na rede de transmissão de energia da Corpoelec, que engloba a construção de 97,4 km de Linha de 400 kV; a construção da nova subestação 400/230 kV – El Venado; a construção do andar de 400 kV e ampliação do andar de 230 kV da subestação Buena Vista. O contrato será em regime EPC e tem o prazo de execução de 20 meses. Estão em curso outros processos na Venezuela, que permitirão seguramente celebrar novos contratos, também de grande dimensão e igualmente importantes nas redes de transmissão, não só da Corpoelec, mas também da PDVSA.

    Agosto 2012
    A E.I.P. concluiu com êxito em 05-08-2012 os ensaios de comissionamento da segunda fase da Subestação de Belém do Dango 400/220/60 kV, da Subestação de Caála 60/30/15 kV e do Posto de Seccionamento de Caála 15 kV, para o MINEA / ENE, em Angola. A entrada em serviço destas instalações permitirá o abastecimento de Energia Eléctrica à cidade de Caála a partir do Aproveitamento Hidroeléctrico do Gove.

    Junho 2012
    No final de Junho de 2012 foi efetuada a adjudicação, pela VENTINVESTE, dos trabalhos de engenharia, assessoria técnica e servidões das linhas de 60 e 30kV do Parque Eólico de três Marcos (zona de Vila Nova de Paiva). As linhas têm um comprimento aproximado de 22.5 e 3 km, respetivamente. Este parque eólico resulta da deslocalização de parte da potência atribuída ao parque do Douro Sul (que escoará a 400 kV toda a potência deste subparque, também, para a subestação de Armamar).

    Maio 2012
    A E.I.P. concluiu com êxito em 30-04-2012 os ensaios de comissionamento da primeira fase da Subestação de Belém do Dango 400/220/60 kV e da Subestação de Benfica do Huambo 60/30/15 kV, ambas para o MINEA / ENE, em Angola. A entrada em serviço destas instalações permitirá o abastecimento de energia elétrica à cidade de Huambo a partir do Aproveitamento Hidroelétrico do Gove.

    Abril 2012
    A E.I.P. concluiu com êxito os trabalhos de reabilitação da Comporta de Vagão do Vão Nº 11 do Descarregador de Cheias do Aproveitamento Hidroelétrico de Belver, e iniciou os de reabilitação da Comporta de Vagão do Vão Nº 9 do mesmo Aproveitamento, trabalhos estes realizados e a realizar pela sua DHS - Direção Hidro Sofomil.

    23-03-2012
    REN adjudicou em 23-03-2012 à E.I.P. a ampliação da Subestação de Alto Mira 400/220/60 kV. Esta instalação está localizada no lugar de Alto dos Moinhos da Funcheira, freguesia de S. Brás, concelho da Amadora, distrito de Lisboa. A presente empreitada refere-se à construção da ampliação da referida instalação com trabalhos no âmbito da Instalação Eléctrica Geral (IEG), referentes à substituição do 3º transformador 220/60 kV, 3x40 MVA por 170 MVA, remodelação dos painéis de linha 220 kV, P212 e P210, execução dos troços de barramento de 220 kV, no P209, e interligar o barramento na zona do P208.

    Janeiro 2012
    A E.I.P. assinou com a ETERMAR um contrato para o projeto, fabrico, montagem e colocação em serviço dos equipamentos hidromecânicos e eletromecânicos da Eclusa de Peniche, obra que será realizada pela sua DHS – Direção Hidro Sofomil.

    Novembro 2011
    O Grupo EIP continua a crescer. No seguimento das duas missões efectuadas à Colômbia, em Fevereiro e Novembro deste ano, onde estivemos integrados nas Comitivas Governamentais, e prosseguindo com o plano de Internacionalização traçado pelo Grupo, foi criada a Sucursal EIP Colômbia, com o objectivo principal de estender as nossas actividades a mais um país que revela uma elevada taxa anual de crescimento, uma economia forte e estável, e onde existe completa abertura à entrada de empresas estrangeiras com forte know how em Transmissão Eléctrica, como é o caso da EIP. Neste momento temos o nosso escritório principal em Bogotá e contamos com colaboradores nas áreas comercial e administrativa, para além de todo o apoio jurídico e de contabilidade. Trata-se de um teatro de operações que se apoia tecnicamente na Casa Mãe (EIP, S.A.) e poderá beneficiar muito das plataformas operacionais que o Grupo detém nos USA e na Venezuela. Com várias propostas apresentadas e outras em estudo e preparação, começaram já as várias acções comerciais, junto de entidades oficiais e empresas concessionárias, com quem contamos vir a trabalhar brevemente.

    07-11-2011
    A E.I.P. – Electricidade Industrial Portuguesa, S.A. foi distinguida com a atribuição do 2.º Prémio – merecendo uma Menção Honrosa - da categoria das Melhores Grandes Empresas Exportadoras – Serviços, no passado dia 07 de Novembro, durante uma cerimónia realizada em Lisboa que contou com a presença do Ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira e do Presidente do BES, Ricardo Salgado.

    Os “Prémios Exportação & Internacionalização”, criados através de uma parceria entre o Jornal de Negócios e o Banco Espírito Santo, são destinados a premiar as empresas com melhor performance exportadora e os casos de sucesso na internacionalização, contribuindo com isso para a recuperação da economia Portuguesa.

    A estratégia de diversificação de mercados e a aposta da E.I.P. – Electricidade Portuguesa, S.A. nos mercados externos continuam através de uma atividade comercial intensa, resultando em operações em curso em países como Espanha, França, Itália, Argélia, Angola, Moçambique, Venezuela e E.U.A., assim como no desenvolvimento de contactos de constituição de empresas ou parcerias locais em mercados como o Médio Oriente (Arábia Saudita), América do Sul (Colômbia) e Leste da Europa (Polónia).

    02-09-2011
    E.I.P. investe 5 milhões em fábrica de metalomecânica e cria mais postos de trabalho.
    O grupo EIP vai investir mais de cinco milhões de euros na construção de uma nova fábrica de metalomecânica em Montemor-o-Novo. O aumento da capacidade da nova unidade em relação à fábrica existente visa apoiar a internacionalização do Grupo, permitindo a exportação de torres e estruturas para Linhas e Subestações.
    A nova fábrica da E.I.P. vai permitir ainda resolver um dos problemas que mais afectava a qualidade ambiental da zona industrial da cidade, ao instalar-se nos terrenos que a E.I.P. adquiriu e que eram ocupados por uma antiga suinicultura.

    Setembro de 2011
    O Grupo EIP, através da sua subsidiária EIP Moçambique, marcou importante presença durante a Feira de Maputo, de 29 de Agosto a 04 de Setembro, instalando na FACIM um Stand onde apresentou as várias empresas e actividades do Grupo.

    Maio de 2011
    Seguindo a sua prática de internacionalização, a E.I.P., S.A. identificou, negociou e adquiriu os ativos da empresa Italiana META Sud, qualificada pela Terna spa e especializada na construção de linhas aéreas de AT e MAT, tendo constituído uma empesa de direito Italiano, META – EIP, S.R.L., que beneficiou desses ativos e continuou a desenvolver intensamente as suas operações no mercado Italiano, potenciada pela casa mãe, a E.I.P., S.A.

    Abril de 2011
    A Empresa de Electricidade da Madeira, S.A., (EEM) adjudicou à EIP (Direcção de Estudos e Projectos), em 2011, o estudo para upgrade do actual cabo de guarda em aço, para OPGW de maior secção, das linhas a 60 kV Calheta – Vitória, Palheiro Ferreiro – Machico e Vitória – Palheiro Ferreiro.

    28-03-2011
    No dia 28 de Março, foi efectuada em Maputo a escritura de constituição da MORMINAS, Lda., uma nova Empresa do Grupo EIP em Moçambique, participada pela SOPIR.

    Março de 2011
    A E.I.P. concluiu em Março de 2011 os trabalhos das especialidades de Catenária e RCT+TP na empreitada de Modernização da Linha da Beira Baixa – Troço Castelo Branco / Vale de Prazeres, num volume de negócio global de 7,5M€.

    12-10-2010
    O MINEA – Ministério da Energia e Águas de Angola adjudicou em 12/10/2010, a concepção, construção, fornecimento e instalação “Chave na Mão” da Linha de Transporte a 220 kV N’Gove – Huambo com uma extensão de 92km, obra que será realizada no âmbito da parceria TELECTRINF/EIP e no seguimento do contrato já em execução da linha a 220 kV Huambo-Kuito.,

    Nesta mesma data e no mesmo âmbito, a ENE – Empresa Nacional de Electricidade, E. P., adjudicou também “Chave na Mão, a concepção, construção, fornecimento e instalação a Subestação 220/60KV de Belém do Dango (Huambo), da Modificação da Subestação 60/30/15KV de Benfica do Huambo, da Subestação 60/30KV da Caála e da Rede Regional da Província do Huambo (linhas a 60 KV).


    30-09-2010
    A REN adjudicou à E.I.P. a empreitada de Fornecimento de Materiais e Prestação de Serviços de Montagem necessários à construção do troço P42/P41-P79/P78 da Linha Portimão – Tunes Norte / Linha Portimão – Tunes Norte 3, a 400 kV/150 kV e à reconstrução do troço P19/P19 – P30/P30.
    Esta opção da REN pela E.I.P. consubstancia mais um grande desafio conjunto de gestão e execução, pela complexidade da obra e seus condicionalismos, aliado ao facto de ter sido definido o objectivo conjunto de a concluir num prazo curtíssimo, seja o correspondente procurement dos equipamentos a incorporar, mas também todos os trabalhos de construção da empreitada (iniciada em Outubro), até Dezembro de 2010.

    01-09-2010
    A VENTINVESTE, no seguimento da potência eólica que lhe foi atribuída, adjudicou o projecto de duas novas linhas à EIP para interligação a 60 kV dos Parques Eólicos de Merceana e Cabeço Gordo. Estas duas linhas perfazem na totalidade cerca de 41 km.

    02–08-2010
    A actividade na Venezuela continua a desenvolver-se com a assinatura de mais um contrato com a Cadafe/Corpoelec.

    Desde o início das actividades da E.I.P. na Venezuela (2009), foram celebrados dois contratos na actividade de Linhas de Transmissão. O primeiro, com uma duração prevista de 15 meses, para construção de 240 km de Linhas de 230 kV (2 linhas em paralelo) associadas à nova central de ciclo combinado de San Diego de Cabrutica, no Estado de Azoátegui, interligando as novas subestações de San Diego de Cabrutica, Pariaguan e Oasis e finalmente interligando à linha de transmissão existente entre as subestações de Barbacoa e Tigre. Trata-se de linhas com configuração simples em 210 km e dupla em 30 km. O valor do contrato inicial é de 76 MUSD.
    E um segundo contrato, agora assinado, com uma duração prevista de 6 meses, para reabilitação de uma linha de 230 kV, com 130 km de extensão, entre as subestações de Buena Vista e Morochas, nos estados de Trujillo e Zulia, no valor de 27MUSD, com a data de conclusão prevista para Março de 2011.

    29-06-2010
    EIP MOÇAMBIQUE, LDA foi constituída por escritura pública efectuada no 3º Cartório Notarial da Cidade de Maputo. O escritório, sito na Av. 25 de Setembro, nº 1230, 4º andar, Ap. 425, Maputo, já se encontra em funcionamento.


    16-04-2010
    A E.I.P. recebe o Prémio de “Mérito na Gestão de Segurança em Obras de Construção de Linhas MAT”.

    Foi no passado dia 16/04/2010, aquando da 5.ª Sessão Técnica sobre “Segurança nas obras de linhas e subestações da RNT”, que a REN – Rede Eléctrica Nacional, S.A. procedeu à entrega dos prémios e menções honrosas de “Mérito na Gestão da Segurança em Obras de Linhas e Subestações MAT” relativos ao ano de 2009.

    À E.I.P., S.A. foi atribuído o prémio de “Mérito na Gestão de Segurança em Obras de Construção de Linhas MAT”, reconhecimento do trabalho de toda uma equipa que procura levar a cabo as melhores práticas em matéria de Segurança e Saúde no Trabalho.

    A todos os que contribuíram para este prémio, de uma forma directa ou indirecta: Muito Obrigado!”

    08-01-2010
    No âmbito de uma estratégia de desenvolvimento e internacionalização, a E.I.P. passou a deter 100% da sua subsidiária em Espanha, TENSA, S.A. A integração no Grupo E.I.P. continua a potenciar o crescimento da TENSA, que actualmente tem uma facturação de cerca 30 milhões de Euros anual.
     
    Informação Legal Ficha Técnica
    @ ELECTRICIDADE INDUSTRIAL PORTUGUESA, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Desenvolvido por Escrita Digital